Como desenvolver a gestão da permanência na sua instituição de ensino

A gestão da permanência é um tema muito importante para as instituições de ensino que desejam evitar a evasão escolar. Aliás, esse é um dos principais desafios enfrentados pelos gestores das IEs. 

Afinal, não se trata apenas de reter estudantes, mas sim, de criar vínculos duradouros e proporcionar uma experiência valiosa para eles. 

Pensando nisso, no artigo de hoje, vamos falar tudo sobre o assunto e mostrar como a sua IE pode se preparar para garantir a permanência dos alunos. Continue a leitura e saiba mais.

O que é gestão da permanência?

A gestão da permanência na educação é um conjunto de estratégias utilizado para manter os alunos na instituição desde o início até a conclusão do curso. 

Isso envolve cuidados desde o ingresso, garantindo que os estudantes se sintam acolhidos e engajados ao longo da jornada educacional deles. 

Além de assegurar a permanência dos alunos, essas estratégias também buscam oferecer uma experiência diferenciada, criando um ambiente propício e adequado para o aprendizado.

Ao adotar medidas para melhorar a gestão da permanência, a instituição de ensino também consegue pensar em formas de fortalecer o relacionamento com os alunos, aumentar o número de matrículas e contribuir para a formação de profissionais qualificados.

Quais são os benefícios da gestão da permanência?

Dentre os principais benefícios de desenvolver um conjunto de estratégias para aumentar a gestão da permanência, podemos citar:

  • Retenção de alunos: a prática contribui para a redução da evasão estudantil, fazendo com que os alunos se sintam mais motivados e inspirados durante toda a jornada educacional.
  • Satisfação dos alunos: as IEs que desenvolvem estratégias focadas na gestão da permanência também conseguem aumentar o nível de satisfação. Afinal, a prática permite o desenvolvimento de um ambiente adequado e humanizado, contribuindo tanto para o desenvolvimento acadêmico quanto para o desenvolvimento pessoal.
  • Formação profissional: ao incentivar o envolvimento e a motivação dos alunos, a gestão da permanência possibilita que eles explorem de forma mais profunda os aspectos práticos de sua área de estudo, aplicando as teorias aprendidas em situações do mundo real.
  • Relacionamento duradouro: em instituições de ensino superior, é comum que os alunos queiram retornar para fazer outros cursos de especialização. Contudo, isso só ocorre se tiverem tido uma experiência de aprendizado positiva anteriormente. 
  • Reputação da instituição: as IEs que investem na retenção dos estudantes, são aquelas que também desenvolvem projetos que tornam o ambiente de aprendizado mais humano e inspirador. Desse modo, conseguem atrair mais alunos e manter uma imagem positiva no mercado educacional.

7 Estratégias eficazes para realizar a gestão da permanência

Agora que você já sabe o que a gestão da permanência significa e a importância dela para a sua instituição, vamos abordar algumas estratégias para você colocar na prática esse processo:

1) Personalização do aprendizado

O primeiro passo para aplicar um conjunto de estratégias eficiente é personalizar o aprendizado. 

Quais são seus principais interesses? Como a instituição pode contribuir para o conhecimento profissional e pessoal dos alunos? Qual é a experiência que desejam obter por meio dela? 

O mercado educacional mudou consideravelmente nos últimos anos. Ideias e projetos que foram muito bem-sucedidos no passado já não trazem os mesmos resultados. É por isso que é tão importante conhecer os alunos. 

Dessa forma, torna-se mais fácil entender o que realmente precisam, quais são seus principais anseios e objetivos. 

Estamos em um momento de constante mudança. Os profissionais e instituições que não acompanharem isso poderão ficar para trás. Os alunos atuais estão em busca de experiências valiosas, preocupam-se muito com causas sociais e utilizam as redes sociais diariamente.

Todo esse contexto impacta na rotina do estudante moderno e na experiência que ele deseja ter.

Portanto, personalizar o aprendizado, assim como conhecer as principais tendências, é necessário para desenvolver estratégias personalizadas e aumentar a retenção e a satisfação dos estudantes.

Conhecer os alunos de maneira profunda é uma das etapas mais importantes do desenvolvimento de uma estratégia de gestão da permanência.

2) Ambiente acadêmico inclusivo

Quando um aluno se sente deslocado ou desmotivado, infelizmente, ele pode começar a pensar na possibilidade de desistir do curso ou mudar de instituição.

A criação de um ambiente inclusivo, em que todos se sintam respeitados e incluídos, é essencial para tornar as salas de aula mais humanizadas e acolhedoras.

Comece promovendo uma cultura de respeito e aceitação, onde as diferenças são valorizadas. Proporcione recursos de acessibilidade, como materiais didáticos alternativos e suporte para estudantes com necessidades especiais.

Incentive a participação dos alunos em grupos de discussão, pois, essa prática tem muito a contribuir com o aprendizado e o desenvolvimento de habilidades sociais, além de tornar o ambiente mais inclusivo.

3) Engajamento e comunidade

Alunos engajados tendem a participar mais de grupos de discussão e atividades extracurriculares.

Eles também costumam compartilhar suas opiniões positivas sobre a IE em redes sociais e conversas com amigos e familiares.

Para aumentar o engajamento e reforçar o sentimento de pertencimento, promova a participação dos alunos em atividades extracurriculares, clubes e eventos.

Também é importante disponibilizar canais de atendimento para que eles possam compartilhar suas dúvidas e sugestões sempre que necessário, além de poder solucionar problemas de forma rápida.

Como implementar a gestão da permanência na sua instituição de ensino

Incentivar a gestão da permanência é essencial para deixar os estudantes satisfeitos, fazer com que eles se tornem propagadores da instituição e, futuramente, voltem para fazer novos cursos de especialização.

O relacionamento com o aluno não termina quando ele realiza a matrícula. Pelo contrário, há uma jornada educacional contínua, que pode ser fortalecida e aprimorada através de um atendimento e suporte especializado.

Ao reconhecer a importância de uma abordagem focada na experiência e permanência de alunos, a instituição fortalece não apenas o aprendizado na sala de aula, mas também, habilidades sociais e emocionais, que estão sendo cada vez mais importantes no mercado de trabalho.

Abaixo, veja algumas formas de fortalecer a gestão da permanência e aumentar a retenção de alunos:

4) Apoio acadêmico personalizado

O apoio acadêmico personalizado representa um papel importante na retenção de alunos dentro de uma instituição de ensino.

A abordagem personalizada permite que os estudantes recebam o apoio que precisam para solucionar questões específicas, contribuindo para a resolução de desafios acadêmicos e aprimoramento de desempenho.

Com a adoção do apoio personalizado, as IEs conseguem identificar precocemente alunos que possam enfrentar dificuldades e implementar as medidas necessárias.

Além disso, a orientação individualizada e personalizada, integrada à gestão da permanência, permite que os alunos explorem seus interesses e cresçam profissionalmente.

O apoio acadêmico personalizado ajuda a desenvolver uma cultura de suporte e excelência, contribuindo para a gestão da permanência.

5) Utilize ferramentas tecnológicas

A tecnologia revolucionou o mercado educacional. Agora, as instituições de ensino podem utilizar ferramentas específicas para analisar o nível de retenção dos alunos e desenvolver estratégias para a gestão da permanência. 

Este é apenas um dos benefícios que a tecnologia pode proporcionar para aqueles que atuam nessa área. 

Plataformas de análise de dados, por exemplo, examinam padrões de desempenho acadêmico e participação dos alunos, identificando precocemente estudantes em risco de evasão. 

A tecnologia também proporciona ao aluno uma experiência de ensino personalizada e adequada à realidade atual do mercado.

A oferta de cursos online e conteúdo disponibilizado nas plataformas digitais, proporcionam flexibilidade e comodidade aos alunos, permitindo que eles acessem o conteúdo educacional de qualquer lugar.

Já o atendimento online também traz praticidade, pois o aluno pode tirar dúvidas e solucionar problemas rapidamente.

6) Monitoramento e avaliação contínua

Para entender se as estratégias estão realmente dando certo ou se será necessário aplicar novas mudanças, é importante monitorar os resultados.

Esses são alguns dos indicadores que podem ser úteis para realizar a avaliação:

  • Taxa de retenção de alunos: percentual de alunos que continuam matriculados na instituição de um período para o próximo.
  • Envolvimento em atividades extracurriculares: é recomendado verificar os alunos que se envolvem com outras atividades, como por exemplo, cursos extras, eventos esportivos, feira de cursos, entre outros.
  • Inadimplência: a inadimplência traz informações relacionadas não apenas a saúde financeira da IE, mas também, sobre a evasão dos alunos.
  • Desempenho acadêmico: o baixo rendimento acadêmico pode desmotivar o aluno a continuar no curso. A ideia é conversar com esses alunos para entender quais são as causas do baixo desempenho e pensar em ações para evitá-las. Aulas de reforço ou uma comissão acadêmica para auxiliar os alunos são algumas formas de ajudá-los.

7) Plataforma especializada

Você já pensou na possibilidade de disponibilizar uma plataforma especializada para os alunos da IE?

Essa prática pode contribuir muito com a gestão da permanência.

É que essas plataformas oferecem ferramentas integradas para monitorar o desempenho dos alunos, analisar dados sobre riscos de evasão e oferecer suporte acadêmico e administrativo.

Conclusão

A gestão da permanência é um conjunto de estratégia que diz muito sobre o nível de retenção de alunos e a satisfação deles em relação ao curso e a instituição.

As dicas que nós demos nesse artigo podem te ajudar a aumentar o nível de retenção e a conquistar potenciais alunos.

Assim, você consegue identificar problemas que levam à evasão escolar ou estão deixando os alunos insatisfeitos.

 

Uma atualização importante realizada recentemente pelo Ministério da Educação (MEC) indica que os cursos de formação para docentes precisarão ter 50% de carga presencial.O MEC aprovou o parecer do Conselho
LEIA MAIS

As estratégias de marketing e publicidade mudaram muito nos últimos anos. Com o desenvolvimento da tecnologia e a ascensão da publicidade, a mídia programática ganhou mais espaço no mercado. Você
LEIA MAIS

No contexto atual, o futuro do mercado educacional está sendo moldado por evoluções tecnológicas e mudanças sociais, que impactam também o comportamento dos alunos e o ambiente de aprendizado.O avanço
LEIA MAIS

A régua de relacionamento educacional é uma estratégia poderosa para melhorar o relacionamento com os alunos e aumentar o número de matrículas.A comunicação com os estudantes é uma peça-chave dentro
LEIA MAIS

plugins premium WordPress