unbound marketing

Unbound Marketing: entenda o que é e como aplicar em suas estratégias

Se você procura uma estratégia para atrair mais alunos e que estimule o engajamento com a sua marca sem perder a naturalidade, precisa conhecer o unbound marketing.

Essa metodologia tem trazido significativos resultados nas estratégias de conversão de leads. Consequentemente, aumento no número de matrículas. 

basicamente, é a possibilidade de mesclar o melhor dos universos entre o online e o offline para atingir sua persona de maneira eficiente e orgânica.

Quer entender um pouco melhor sobre essa estratégia de marketing? Continue lendo até o final para conseguir aplicá-la em sua instituição de ensino.

 

Vamos começar entendendo o que é Unbound Marketing?

O unbound marketing é uma metodologia que surgiu em meados de 2018, onde sua principal característica é a união de conceitos das estratégias de inbound marketing e outbound marketing, já tradicionais para empresas deste segmento.

Para entender completamente como funciona o unbound marketing, é importante conhecer os conceitos das suas formadoras. São elas:

  • Inbound Marketing: metodologia de marketing que consiste na criação e divulgação de conteúdos relevantes ao público, por meio de artigos em blogs, e-books e legendas de redes sociais e que, consequentemente, estimula a captação de leads via interação;
  • Outbound Marketing: o famoso e conhecido marketing tradicional, que se posiciona pela oferta incisiva e direta, captando a atenção pela abordagem ativa.

unbond marketing para educação 

Para que o Unbound Marketing serve?

A principal proposta do unbound marketing é otimizar as redes sociais como um canal de vendas, usando as vantagens das duas técnicas que os compreendem. Logo, captar leads por meio do marketing de atração, disponibilizando conteúdos, e depois incentivá-los à compra direta, com as técnicas do marketing tradicional nunca fez tanto sentido.

Para isso, é interessante seguir a “jornada de compra” do consumidor, que consiste em orientar o público até que haja a conversão final, divulgando conteúdos para conseguir direcionar o aluno até o caminho da matrícula.

Entretanto, para que esse material chegue até o público-alvo e alcance o objetivo primário, sua atração, é interessante contar com algumas estratégias da mídia paga.

Unidos, esses dois formatos acabam compondo grande parte do escopo do unbound marketing, podendo trazer resultados ainda mais assertivos para sua universidade.

 

Principais características do Unbound Marketing

Para as instituições de ensino, aplicar a metodologias do unbound marketing pode oferecer uma vantagem competitiva interessante, já que é possível atrair e nutrir seus leads por meio das estratégias de inbound, além de disponibilizar uma oferta direta no momento certo.

Além disso, outra característica deste método consiste em utilizar o público para promover a sua marca, já que eles são capazes de relacionar o comportamento dos usuários nas redes sociais com o seu perfil como consumidor.

 

unbound marketing para educação

Inclusive, é possível utilizar duas das principais tendências do unbound marketing a favor da sua instituição de ensino. Conheça abaixo!

Indicações

Nas plataformas sociais, o recurso de indicações é muito utilizado, já que é possível criar uma comunidade online para que os alunos se sintam mais seguros em consumir algum material didático.

Nesse sentido, apostar no unbound é uma alternativa válida. Afinal, ter uma base de relacionamento com os seus alunos, pode levá-los a indicar a sua instituição de ensino quando essa informação for solicitada por algum conhecido.

Jornada online

Atualmente, com o recurso dos smartphones com acesso à internet ininterrupta, cada vez mais pessoas passaram a consumir informações com mais agilidade e passaram a se dedicar ainda mais ao entretenimento digital 

Por isso, reconhecer qual é a jornada digital de seu público pode ajudar a disponibilizar seus conteúdos ou ofertas no momento ideal, desde que você aprenda a mapear os leads de acordo com as informações e tipo de conteúdos consumidos ao longo do tempo. 

Por exemplo, utilizando a jornada online, é possível saber até mesmo o horário em que eles terão acesso aos seus anúncios. E tudo isso pode influenciar na decisão de realizar a matrícula de maneira mais rápida.

 Conteúdo multifocal

Aqui, o objetivo é investir em conteúdo que demonstre o valor de algo. E, ao mesmo tempo, transmita uma orientação mais clara e direta. Esse é o verdadeiro contexto do conteúdo multifocal. 

Para tanto, vale a pena apostar em técnicas como o storytelling, o neuromarketing e, até mesmo, o uso de gatilhos mentais para criar anúncios mais assertivos por meio de 3 tipos de orientação: 

  • Help: são conteúdos de ajuda, que agregam valor à marca e focados em contribuir para a solução de problemas do aluno;
  • Hub: são conteúdos mais específicos, criados e divulgados para uma audiência mais segmentada. Nesse estágio, o recurso da mídia paga pode favorecer conversões diretas;
  • Hero: Conteúdos totalmente específicos, desenvolvidos na intenção de tornar o aluno um verdadeiro promotor da marca.

 

Inbound Marketing x Unbound Marketing – Quais as principais diferenças?

Ao acompanhar o nosso conteúdo até aqui, você já deve ter compreendido as principais características dessa metodologia de marketing chamada unbound, certo?

Mas, também deve ter notado que, em alguns momentos, ela se confunde muito com o já conhecido inbound marketing. Isso acontece porque ambas possuem a criação de conteúdo como um pilar fundamental.

Por isso, reconhecer cada um desses contextos é muito importante. E para isso, o unbound marketing oferece uma vantagem absoluta sobre o inbound, que é a atração dos alunos a ponto de eles se tornarem promotores da marca.

Após realizar a captação de leads com o recurso dos conteúdos, são utilizadas técnicas mais incisivas, que reforçam a autoridade da marca diante de um aluno e isso o leva a divulgá-la nas redes sociais.

inbound x unbound

Utilização de outras métricas

O unbound marketing se utiliza de métricas além das comuns ao inbound marketing, como a jornada de compra.

Essa nova metodologia também costuma utilizar bastante o conceito ZMOT, ou Momento Zero da Verdade. Basicamente, ele busca compreender o que ocorre antes do momento da decisão de compra.

Então, além de nutri-lo por todo o caminho até a conversão, o unbound propõe uma ativação desse desejo de consumir, considerando as etapas de um modo diferente:

  • Estímulo: quando o aluno tem contato com a sua instituição de ensino;
  • ZMOT: o momento em que ele pesquisa sobre ela;
  • FMOT (primeiro momento da verdade): quando é realizada alguma ação, mesmo que ainda não seja a matrícula:
  • SMOT (segundo momento da verdade): quando o aluno experimenta o seu serviço e se relaciona diretamente com a sua instituição;
  • UMOT (último momento da verdade): o aluno está fidelizado e pode se tornar um promotor de sua marca.

 

Na prática, como funciona o Unbound Marketing?

Agora que você já sabe mais sobre a metodologia do unbound marketing, é hora de conhecer a sua aplicação na prática.

Entretanto, é importante saber que esse método propõe uma estrutura dividida em 5 etapas, que são essenciais para o seu sucesso.

unbound marketing1. Awareness

Diferente do modelo inbound, no unbound existe um ponto inicial de divulgação de sua instituição de ensino, que, na aplicação prática do método, é chamada de Awareness (momento zero de toda a ação).

Aqui, o aluno terá contato com a sua empresa por meio de uma publicidade paga. Essa etapa serve para que ele saiba que a sua instituição de ensino existe. 

Então, quanto mais público esse anúncio alcançar, mais prospects podem ser criados.

2. Descoberta

Após ter tido esse contato inicial, é hora de fazer com que os alunos em potencial se identifiquem e conheçam mais profundamente a sua instituição de ensino.

Aqui, podemos considerar como um momento de descoberta, onde a universidade poderá investir na criação e divulgação de conteúdos mais específicos.

Também podemos dizer que essa etapa é bastante estruturada na solução de problemas desse lead e em fazê-lo saber mais sobre a sua marca.

3. Ação

Já esta etapa faz com que o futuro aluno pratique alguma ação relacionada à sua instituição de ensino, mesmo que seja uma inscrição em curso ou webinar que o leve à geração de matrícula.

Para tanto, essa etapa pode contar com os recursos do inbound, como o uso de e-mail marketing para instituições de ensino, por exemplo.

Além disso, com os recursos do outbound, como o impulsionamento do anúncio para alcançar ainda mais público, é possível ir criando cada vez mais ações assertivas.

4. Experiência própria

Esse é o segundo momento da verdade: o seu aluno em potencial já teve contato direto com algum serviço disponibilizado pela sua instituição de ensino e, agora, terá a própria experiência.

Para as empresas, esse é um momento decisivo, apesar de delicado. Afinal, é essa experiência que definirá qual a percepção do aluno, diante daquilo que você oferece.

Essa experimentação também definirá o seu comportamento na última etapa do unbound marketing, que é a experiência compartilhada.

5. Experiência compartilhada

A partir da experiência obtida e do resultado que presenciou, o estudante poderá tomar duas decisões: apoiar e divulgar a sua instituição de ensino nas redes sociais ou criticá-la.

Essa etapa é chamada de último momento da verdade, justamente porque nesse ponto é possível utilizar o inbound marketing de maneira plena e incentivar o prospect a se tornar um defensor da sua instituição de ensino.

Inclusive, este costuma ser um recurso bastante interessante, principalmente quando utilizado nas redes sociais, já que depoimentos de usuários tendem a incentivar as conversões de sua comunidade online e podem ser perfeitamente utilizados nesta etapa.

 

Vale a pena investir na estratégia de Unbound Marketing?

Certamente, investir no unbound marketing pode trazer resultados bastante positivos para a sua instituição de ensino. Seja para aumentar o reconhecimento da marca ou até mesmo melhorar sua percepção de valor.

Atualmente, com o uso das redes sociais como verdadeiras vitrines, apenas estar por lá não pode garantir conversões e utilizar o recurso do conteúdo pode gerar um retorno mais demorado.

Então, apostar nessa união de vantagens e utilizar o unbound marketing para melhorar os resultados da sua instituição pode ser uma ótima alternativa visando o médio e longo prazo.

Que tal começar a modelar uma campanha com essa metodologia? Vamos conversar mais sobre ela nos comentários!

Uma atualização importante realizada recentemente pelo Ministério da Educação (MEC) indica que os cursos de formação para docentes precisarão ter 50% de carga presencial.O MEC aprovou o parecer do Conselho
LEIA MAIS

As estratégias de marketing e publicidade mudaram muito nos últimos anos. Com o desenvolvimento da tecnologia e a ascensão da publicidade, a mídia programática ganhou mais espaço no mercado. Você
LEIA MAIS

No contexto atual, o futuro do mercado educacional está sendo moldado por evoluções tecnológicas e mudanças sociais, que impactam também o comportamento dos alunos e o ambiente de aprendizado.O avanço
LEIA MAIS

A régua de relacionamento educacional é uma estratégia poderosa para melhorar o relacionamento com os alunos e aumentar o número de matrículas.A comunicação com os estudantes é uma peça-chave dentro
LEIA MAIS

plugins premium WordPress